quinta-feira, 25 de Março de 2010

Salva


Salva, mais conhecida por salvia, ou erva-santa. O nome “salva” vem do latim “salvere” que significa curar ou salvar.
Mede entre trinta a oitenta centímetros, tem folhas carnudas, de cor cinzento - prateado e flores azul-violáceo, as quais atraem vários insectos, especialmente abelhas e borboletas.
A salva é uma das plantas mais utilizadas desde há muitos séculos pelas suas propriedades. Os romanos consideravam-na sagrada e que esta podia prolongar a vida do ser humano. Era já conhecida e muito utilizada na Europa da Idade Média, tanto para fins medicinais, religiosos, e culinários, principalmente no fabrico de cerveja.
É, anti-sudorírera, anti-inflamatória, desinfectante, anti-depressiva,e anti-espasmódica.
Uso culinário: A salva usa-se para rechear aves, substitui o louro na aromatização de carnes e cozidos, principalmente os gordurosos, como o porco, dando aos pratos um agradável e leve sabor a ananás. Podendo também ser usada para temperar patês de queijo e peixes. Dá um realce especial aos assados. Se colocar um raminho dentro do vinagre fica bem aromatizado.
Uso medicinal: O chá, é um tónico digestivo e alivia os sintomas de diarreia. Equilibra o sistema nervoso e é útil no tratamento de vários problemas da menopausa, reduzindo, por exemplo, a sudação e os afrontamentos ajudando o organismo a adaptar-se às alterações próprias desta fase. Uma ou duas folhas frescas mastigadas depois das refeições refrescam o hálito e estimulam a produção de sucos digestivos. É ainda útil para aliviar e desinflamar o efeito das picadas de insectos, em forma de compressas feitas com uma infusão ou as folhas aplicadas directamente. Pode ainda ser utilizada no tratamento da asma sob a forma de chá. Este é indicado particularmente para as pessoas que consomem alimentos gordos, evitando acumulação e a retenção de líquidos e gorduras contribuindo assim para a redução do colesterol de má qualidade (ALD).
Na Cosmética: é muito utilizada no fabrico de champôs, cremes de beleza e after-shave. Se deixar num frasco de vinagre, a macerar várias folhas e flores frescas de salva durante duas ou três semanas, depois enxaguar o cabelo, com esta loção torna-o mais escuro, brilhante e forte, e ajuda a combater a caspa.

terça-feira, 23 de Março de 2010

Azeda

A azeda, também conhecida como erva-vinagreira, é uma planta do género das Poligonáceas.
É uma planta selvagem, cresce nos muros e nas paredes das hortas e lameiros, sobretudo no Norte do País. Hoje em dia há muita gente a cultivá-la nos seus jardins.
Tem um sabor ácido, mas muito rica em vitamina C, ácido salícito,cálcio,manganês, ferro, ácido crisofânico, fitosterol e óleo essencial. Usa-se como condimento em vários pratos; cozida na sopa ou para temperar molhos e crua em saladas.
Devido ao seu teor em emodina e ácido crisofânico, esta planta é também um excitante para a atividade do intestino grosso e, por conseguinte, para o tratamento da prisão de ventre. Como a planta é rica em ferro, fomenta a formação do sangue. É aconselhável o seu emprego nos casos de anemia.

Dente-de-Leão

Dente-de-Leão conhecida por salada-de-toupeira, ou chicória-silvestre, É uma planta herbácea, “erva daninha”, considerada por muitos como uma praga que invade jardins, relvados e matos.
As crianças conhecem esta planta pela designação, de “O-teu-pai-é-careca”?
Mas o que muitos não sabem é que esta “erva daninha” é uma verdadeira super erva, muito nutritiva e com qualidades medicinais.
Propriedades: As folhas do dente-de-leão, com um agradável sabor amargo e aromático, são ricas em Vitaminas A, B e C, Têm mais ferro do que espinafres e mais caroteno do que cenouras. Podem ser usadas cruas nas saladas, ou cozidas nas sopas ou refogados.
Também pode ser usado como um aperitivo para melhorar o funcionamento do sistema digestivo.Se picarmos algumas folhas de dente-de-leão nas saladas abre o apetite e garante uma boa digestão. As raízes podem aproveitar-se também para sopas.
O dente-de-leão, contém mais valor nutritivo que a grande maioria dos outros vegetais. Para além das vitaminas. É rico em minerais, proteínas, cálcio, potássio, cobre, manganésio, ferro zinco e selénio.
Tem propriedades diuréticas; é tónico, digestivo, estimulante do fígado e das glândulas linfáticas. Estimula os rins, ajuda a eliminar ureia, colesterol e ácido úrico. Alivia anemia, insuficiência hepática, cistite, reumatismo, gota, etc. Combate gases e prisão de ventre. A seiva leitosa dos talos serve para tratar verrugas.
Curiosidades: O dente de leão é também chamado relógio do pastor pois as suas flores abrem à 5 da madrugada e fecham ao fim do dia e as suas borlas felpudas, servem de barómetro: Se as sementes voarem sem haver vento, é sinal de que vai chover.

segunda-feira, 22 de Março de 2010

Beldroega ou Baldroega


Beldroega é uma planta herbácea anual, rasteira também conhecida como Bênção de Deus. É constituida por, espessos, tenros e avermelhados talos, e pequenas folhas que contêm uma grande reserva de água.
É considerada uma planta refrescante! Se colocarmos folhas de beldroega debaixo da língua ajuda a acalmar a sede.
A Beldroega é rica, em ácido salicílico, magnésio, cálcio, potássio, fósforo e ferro. Vitamina, A, B e C. É uma rica fonte de ácidos gordurosos ômega-3.
As folhas e os talos são utilizados para fazer belas sopas, saladas e refogados.
Uma infusão preparada com os talos, é um bom tónico para quem sofre do fígado, da bexiga e dos rins, facilita a eliminação de cálculos biliares, é optima tambem contra a icterícia e depurativa do sangue. Por esse motivo, esfria o sangue e aumenta o apetite.
As sementes comidas em jejum, ajudam a eliminar os vermes intestinais.
As folhas também podem ser aplicadas como compressas para acalmar hematomas e inflamações nos olhos.
As suas propriedades medicinais e nutricionais são idênticas ao do espinafre.

quarta-feira, 10 de Março de 2010

Aloé-Vera

Aloé-Vera, também é conhecida por planta babosa. Esta planta é rica em vitamina, A e C. Dentro das folhas tem um líquido viscoso e macio o qual, tem muitas propriedades : é utilizada para fins estéticos e medicinais.
Dentro de uma folha de Aloé Vera, são encontrados cerca de 75 tipos de substâncias, divididas em vitaminas, minerais, aminoácidos, açúcares, enzimas, lignina, saponina, antraquinonas, ácido salicílico, entre outras. No caso dos minerais, a planta é rica em magnésio, cálcio, potássio, etc.
O uso tradicional e mais conhecido da planta é no uso da estética, para tratamentos de cabelo e da pele. “Para cabelos, como regulador da oleosidade do couro cabeludo, na pele, actua na regeneração das células”.
O gel do Aloé Vera passado no corpo hidrata a pele, tira manchas, regenera o tecido celular e é o melhor filtro solar que existe!
É um anti-séptico e fungicida natural com grande actividade bactericida, que penetra na pele.Tira a comichão, decompõe e elimina os tecidos mortos, inclusive o pus. É anti-inflamatório, alivia as dores musculares e o cansaço.
Aplicada sobre as queimaduras, alivia a dor e ajuda a cicatrizar a área afectada. Também auxilia a diminuir os efeitos da quimioterapia, estimula a formação dos receptores de insulina para diabéticos, entre outros benefícios.




terça-feira, 9 de Março de 2010

Arruda "Planta Poderosa"

Arruda, também conhecida por Arruda-Fedorenta ou Ruta-de-Cheiro-Forte.
Esta pequena e sensível planta é conhecida por variadíssimos “poderes” e é r
ica em vitamina C.
É usada na culinária e na medicina alternativa como Estimulante, Anti-espasmódica, entre outros. É utilizada na preparação de medicamentos feitos por farmacêuticos, da medicina alopata ou homeopata.
O chá de arruda aumenta a resistência dos vasos sanguíneos, evitando rupturas e, por isso é indicada no tratamento contra varizes, é usada para restabelecer ou aumentar o fluxo menstrual. Serve como calmante, mas deve tomar-se em doses fracas. Alivia as cólicas da barriga e afugenta as lombrigas. Cura a sarna e,para tal, prepara-se um chá com 20g, num litro de água e aplica-se nas partes infectadas com um algodão embebido.
Na culinária é usada em vários pratos como saladas, carne, queijo, legumes, espinafres, cogumelos, peixes, entre outros. Mas deve ser usada com moderação, sobretudo pelas grávidas, pois é abortiva.
Tem um cheiro desagradável e talvez por isso também digam que ela afasta os mosquitos, pulgas, percevejos, ratos e outros insectos.
Curiosidades: Na Idade Média era muito usada em rituais religiosos contra feitiçarias e mau-olhado. Os Egípcios usavam esta planta para evitar as gravidezes indesejadas.
Esta planta apareceu nas armas da Ordem do Cardo, de origem escocesa, e inspirou o desenho do naipe de paus dos baralhos de cartas.

sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Tomilho - O Rei das Ervas

O nome Tomilho vem da palavra grega”thymusque significa coragem.
O Tomilho é uma planta de pequenas dimensões, possui pequenas folhas de cor verde acinzentado e produz cachos de flores brancas ou rosadas muito apreciadas pelas abelhas, cujo mel é delicioso e perfumado. Nos jardins onde essa planta cresce, os insectos são atraídos pelo seu aroma. Existe o tomilho-vulgar e o tomilho-limão.
Com o seu forte e agradável aroma é muito requisitado na culinária, mas possui outras qualidades.
Desde a Antiguidade, o tomilho tem sido usado em terapias pelas suas propriedades estimulantes e purificadoras
Uma tradição muito antiga recomendava que, no final de um dia cansativo, se amassasse levemente entre as mãos alguns ramos de tomilho e se aspirasse o perfume para recuperar a energia e aumentar a disposição para o sexo, porque o aroma desta planta é muito revigorante.

Mezinhas Caseiras:
Óleo:
Utiliza-se para bochechar a boca,contra o mau hálito, chagas ou inflamações.
O chá de tomilho é indicado no tratamento de tosse, resfriados e gripes. Também ajuda na digestão e dor de cabeça. É bom companheiro nos momentos de ressaca.
Em caso de tosse ou bronquite, numa chávena de chá, colocar 1 colher de sopa de flores e folhas, adicionar água ferver, abafar por 10 minutos e coar. Adoçar com mel ou açúcar mascavado. Repetir 3 vezes ao dia.
Uso culinário: O Tomilho combina com ensopados, marinadas e molhos à base de vinho, serve para aromatizar caldos, recheios, sopas, combina bem com pratos de peixe, legumes, aves, carnes assadas, guisados, manteigas. Como especiaria é utilizado para aromatizar e dar sabor aos queijos.
É um tempero muito usado pelos franceses.
CURIOSIDADES: O tomilho é usado como incenso e também faz parte dos ingredientes para embalsamar e mumificar os corpos, devido ao seu agradável cheiro.
Os soldados Egípcios banhavam-se com tomilho, para adquirir coragem.